O Grande Pagode

 

Mário Soares afirmou hoje à TSF, com a maior candura, ter recebido uma chamada da China em que o ministro lhe pedira para sossegar os trabalhadores do Estaleiro de Viana acerca de uma temida privatização.

Este episódio, que roça o ridículo, vem confirmar a visão que Soares tem da política e é todo um tratado de amiguismo.

Como disse Garcia Pereira trata-se de um caso evidente de favorecimento de um dos candidatos por parte do Governo através do fornecimento de informação previlegiada, provavelmente executado com um telefonema pago pelos contribuintes.

É nestas chocantes impunidades que devemos procurar as causas da vitória de Cavaco.

Este abuso dos meios públicos faz-me lembrar as diskettes do "envelope 9" do julgamento da Casa Pia; ainda ninguém se questionou por que razão o erário público paga as chamadas de todos aqueles que constam da famigerada lista.
 

 ________________________________________________________________________________
 

Fernando Penim Redondo - Janeiro 2006