Altitude Software reduz 30 trabalhadores nos EUA

 

    

Lisboa, 11-07-2001

A Altitude Software dispensou recentemente 30 trabalhadores nos Estados Unidos (EUA), no âmbito de um plano de contenção de despesas que visa atingir o «break-even» ainda este ano, revelou um responsável da empresa ao Negocios.pt.

«Dispensámos 30 pessoas nos EUA, mas só em termos de força de vendas», afirmou João Cardoso, vice-presidente executivo para o Marketing Global e Estratégia da Altitude Software, adiantando que «estávamos a fazer vendas directas no mercado norte-americano e decidimos alterar a nossa estratégia e passar a apostar nas vendas indirectas».

O mesmo responsável explicou ao Negocios.pt que, no ano passado, «como forma de acelerarmos o crescimento da nossa quota de mercado, apostámos na abordagem directa nos EUA em termos de vendas e isso teve um certo impacto em termos de custos», uma situação que esteve na base da decisão agora tomada.

A Altitude Software não prevê reduzir a sua força de trabalho, que actualmente ascende a cerca de 400 pessoas, noutros mercados para além do norte-americano, de acordo com a mesma fonte.

Segundo João Cardoso, a companhia decidiu também efectuar «algumas reduções em despesas com publicidade e com viagens», como forma de possibilitar a obtenção do «break-even», ou a cobertura dos custos pelas receitas, ainda este ano, devendo a empresa registar «um trimestre positivo em termos de resultados».

A mesma fonte adiantou que a empresa que desenvolve soluções informáticas para gerir o relacionamento entre empresas e clientes «não tem necessidades de financiamento neste momento», não prevendo a entrada em Bolsa nos próximos tempos. No final do ano passado, a Altitude Software pretendia realizar uma oferta pública de venda inicial, ou IPO, tendo recuado nesta matéria devido à conjuntura do mercado, com a operação a não ter data prevista actualmente.

No primeiro trimestre deste ano, a companhia efectuou um aumento de capital de 31,6 milhões de euros (6,33 milhões de contos). No âmbito desta operação, a Altitude Software passou a contar com novos accionistas, entre os quais a Sonae.com, BPI, a Salvador Caetano  e a PME Capital.